sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Eike, o dizimista de Madonna

A passagem de Madonna ao Brasil foi muito proveitosa...para ela. Após passar sua sacolinha de grife em vários empresários do país e recolher US$ 3 milhões, ela foi convidada de honra do empresário Eike Batista, para um jantar em sua casa. Nesta oportunidade, Madonna obteve mais êxito, ao receber das mãos do empresário US$ 7 milhões.

A atitude do empresário gerou polêmica em boa parte do país, com opiniões positivas e negativas em torno da iniciativa da cantora. Dizem que ela possui trabalhos sociais por aqui. Agora, impressiona a facilidade dela em conseguir reunir US$ 10 milhões em tão pouco tempo. Associações de bairro levam anos para conseguir algo de políticos e empresas. As artes e a cultura lutam para obter um patrocínio por meio da lei de incentivo. À alguns meses mencionei o financiamento público da lei Rouanet, utilizado por Caetano Veloso para o lançamento de seu novo CD. A conclusão que eu, pessoalmente chego, portanto, é de que é necessário ser popstar de qualquer coisa pra conseguir tal feito. Se há tantas instituições e pessoas carentes em nosso país, por que esperar a chegada da pseudo-diva e ainda por cima norte-americana, para se destinar uma quantia tão alta em dinheiro?

Gostaria ter moral o suficiente para ouvir a resposta desta pergunta das bocas dos digníssimos protagonistas deste texto. Eike Batista ficou rico às custas dos brasileiros. Acho que ele poderia fazer mais pelo país. Ele mesmo e sem intermediários!

13 comentários:

Tatiane Rosa disse...

Isso é um absurdo mesmo podendo doar pra várias instituições existentes aqui no Brasil,quer cagar cheiroso pra Madonna...

Tatiane Rosa disse...

aí nós tem de ficar fazendo criança esperança e Telethons da vida pra alcançar o mesmo valor que Madonna conseguiu em minutos...

leandro disse...

cagar cheiroso. disse tudo!

Rubra disse...

Eis a humanidade, eis o Brasil!
É palhaçada? É!
É culpa nossa que não lutamos e não nos revoltamos o suficiente para mudar? Olha, não podemos mais esperar pelos outros... Se não for pelo voto, que seja por discussões, por abertura de olhos como essas, por participações mais efetivas, pelo protagonismo no teatro social.

Vanuci Watson disse...

tbm acho absurdo... é muito dificil conseguir qualquer patrocinio para obras filantropicas e etc. pq não financiar as obras que existem no Brasil?

Rodrigo The Rock disse...

Enquanto brasileiro pagar pau pra gringo vai ser essa palhaçada.

Luís disse...

Acho que há uma deficiência atrativa problemática no Brasil. Somos um país com empecilhos sociais que atrapalham o desenvolvimento adequado de todas as regiões e precisamos fazer muito para conseguir o que, com pouco esforço, pessoas mais "conhecidas" obtêm.
Muitos questionam a eficiência de projetos como aqueles realizados em prol das crianças com alguma deficiência. Eu tenho quase certeza de que mesmo os projetos mais abertos ao público, que parecem visíveis e claros, sofrem grandes problemas de corrupção e lavagem, que acaba distribuindo o dinheiro entre aqueles que têm deficiências e os aleijados de caráter.
Talvez seja mais funcional quando uma personalidade polêmica intervenha num sistema meio duvidoso e invista sua argumentação política. Madonna provavelmente mostraria mais resultados do que muitos brasileiros e seus projetos sociais.

Torçamos para que Jolie venha fazer uma doação seguida de uma imensa crítica ao nosso sistema de auxílio às pessoas. Vale considerar que, mesmo estranho que cedamos mais a estrangeiros do que a brasileiros, a influência de famosos ajudam, de alguma maneira.

Guilherme Bayara disse...

Acho sim um absurdo...

mas Eike Batista está sim envolvido comvárias questões filantropicas. Sempre doa altas quantias para a acaridade, mas o que realmente aparece são sempre as partes que dão mais polemica e não as que valorizam uma pessoa, isso é o que acho mais triste!

ed disse...

Pode até ser que Eike Battista faz algo para o Brasil. Mas o que ele queria mesmo era fazer bonito pra Madonna. Aquela loira carcassa.
Gente, essa coisa de receber dondoca dos EUA no Brasil pra fazer caridade, parece a Angelina Jolie adotando meninos pobres na África. Nada contra a África, mas o Brasil tem potencial pra mais, muito mais!

Ótima postagem.
Edu

Daniel Silva disse...

Madonna vem pra cá tirar dinheiro da rapaziada e o pessoal ainda baba ovo em cima dela.

Leonardo Campos disse...

Não se engane. isso nunca foi e nunca será caridade, é apenas um braço de ferro, ou melhor, braço de ouro, pra medir qeum pode mais financeiramente.

Carine Galle disse...

nossa Leandro, voce tem assuntos serios e interessantes. quanto a este post, vou concordar com os amigos ai, pra ajudar vitimas de enchentes, saude, e crianças nunca se consegue nada concreto, mas pra ajudar a milionaria madonna dai e 2 tempos! Puts, ela ja tem grana pra fazer muitas coisas, ao inves de dar tnata grana pra ela la de outro pais, deveriam ajudar seu proprio pais diretamente! Uma grande hipocrisia...e eles se esquecem que estao mentindo pra si mesmos, afinal o pais que ele mora, aqui, vai continuar a memsma merda e ele vai continuar convivendo com isso. inteligente seria limpar sua propria casa ao inves da do vizinho...mas claro ele esta sendo muito bem "pago" pra esse serviço, uma vez que caiu nas graças da cantorinha e fez papel de bonzinho...é foda!!

OBS> Coloca o sistema de receber no email os posts que vou te seguir. eu ja tenho no meu blog, me segue la!
Abraços. Carine/Mundo da Mulher
http://seducaoedesign.blogspot.com

João Flávio Resende disse...

Leandro,
O cara queria virar notícia. E só.
Vaidade pura...
Abraços.

Análise dos principais acontecimentos da mídia brasileira e mundial!

Direção/Produção
Leandro Andrade

leandrolfandrade@yahoo.com.br
http://twitter.com/LeandroAndrade2